21 de dezembro de 2017 às 18:11

7 passos para tirar uma ideia do papel

"Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto."

Muita gente me pergunta qual é a melhor maneira de tirar uma ideia do papel. O fato é, todos temos ideias diariamente, inclusive de uma maneira inconsciente. Ideia não necessariamente precisa ser um produto ou serviço novo, pode ser a forma de resolver um problema já existente no dia a dia.

Com base na minha experiência e vivência, elenquei 7 passos para você tirar uma ideia do papel (gastando pouco ou zero), esse artigo é um resumo da minha palestra “Como tirar as ideias o papel” onde conto no detalhe sobre situações que vivi, de fracassos e sucessos para chegar até aqui, são elas:

Sim, você acorda todo dia e faz a mesma coisa, pare para pensar, nossa vida, muitas vezes é guiada pelo piloto automático que é nossa mente inconsciente.

“Como você espera ter resultados diferentes fazendo todos os dias a mesma coisa?”

Algo que funcionou e tem funcionado para mim, foi aprimorar o networking visitando semanalmente feiras, eventos e meetups, bom, não sei onde você mora, mas São Paulo tem mais de 200 eventos por semana dos mais variados assuntos, provavelmente sua cidade também tem.

Como descobrir? Usando ferramentas e apps como Meetup, Eventbrite, Sympla, Catraca Livre, etc. Sem contar os espaços de inovação como Cubo, Oxigênio e o Google Campus SP, que tem eventos TODO dia.

Uma ótima ferramenta para melhorar seu networking é o LinkedIn, veja o exemplo da minha página e use como referência na hora de criar ou aprimorar a sua.

Claro, ideia que fica na sua mente, morre com você!

Escreve tudo num papel, pode ser papel de rascunho, guardanapo, bloco de notas, não importa. O fato é que você tem que estruturar a ideia, para não se perder e não esquecer.

O Sebrae Canvas é uma ótima ferramenta FREE para você estruturar sua ideia. Minhas ideias surgem SEMPRE numa caminhada, cada um tem seu jeito.

Parece meio contraditório falar para tirar as ideias do papel colocando-as no mesmo, mas o conceito aqui é de estruturar as ideias para não ficar na informalidade.

Todo empreendedor acaba se apaixonando pela própria ideia, fato, mas e aí, quem vai comprar seu projeto, produto? Quanto alguém vai pagar por ele? Bola um resumo, monta uma pesquisa e manda pra turma, mas manda pra quem vai responder de uma maneira franca. Sem puxar saco ou passar um pano.

“as vezes os amigos próximos e parentes acabam “maquiando“ o que pensam para não te desagradar”

…lógico, você está tão apaixonado pela ideia.

Use ferramentas como Typeform, Google Forms, Survey Monkey (todas grátis) ou um simples e-mail com seu questionário e analise os resultados antes de sair fazendo qualquer coisa. Crie um MVP (Produto Mínimo Viável) antes de gastar centenas de reais num projeto que ninguém vai querer.

Tá meio batidinho, mas…

“Pra quem não sabe onde vai, qualquer estrada serve”

…acho que é de Alice no País das Maravilhas, mas é bem por aí mesmo, poxa, não planeja as finanças do mês, não coloca meta de trocar de carro, trocar de casa, viajar, ai fica difícil né!

Use o Trello que é GRÁTIS, bota lá, metas de Curtíssimo Prazo (1 mês), Curto Prazo (3 meses), Médio Prazo (6 meses), Longo Prazo (1 ano), Futuro (de 2 anos pra cima), pode planejar sim, deve, mesmo que seja para daqui 5 anos, 10 anos, 20 anos.

Depois de escrever estas metas, você coloca os Status (Em planejamento, Em execução, Não Iniciado, Concluído, etc).

Pense em como sua ideia deveria estar daqui 1 ano, e vai desmembrando por mês até chegar no hoje, comece hoje mesmo!

Na boa, quer começar um negócio sozinho e acha que vai ser o Rambo, que vai fazer tudo e não precisará de ninguém porque é autossuficiente? Cuidado!

“Investidores estão mais interessados num bom time do que com uma ideia”

Porque é assim, você pode ter uma ideia muito boa e um time ruim (não vão conseguir implementar o projeto) ou uma ideia ruim/mediana e um time muito bom (gente boa faz chover pedra). Vai nos eventos dos Apps acima, toda semana tem um do tipo “Encontre um sócio ou co-founder (que é mais bonito, mas é a mesma coisa)”.

Sócio é aquele cara que complementa uma deficiência sua, ex: você não é bom em finanças (procure um economista), não sabe programar ou fazer APPs (procure um programador) e por aí vai.

João Kepler, palestrante e investidor anjo, uma vez disse…

“Peça dinheiro e conseguirá conselho, peça conselho e conseguirá dinheiro”

É bem por aí, e olha só, tem muita grana no mercado, Brasil está em crise? Não para quem é competente!

Toda semana tem anúncio na mídia que as empresas/startups X, Y e Z levantaram milhões, hey, aqui no Brasil viu! Não conhece ou tem receio de falar com investidor, então monte seu projeto no Kickstarter, Indiegogo, Broota, Invoop, Eqseed, StartMeUp etc.

Tá cheio de ferramenta pra conseguir investimento, ou se inscreve num processo de aceleração, tem o InovAtiva, ACE, StartupFarm e mais um monte por ai.

“O cemitério está cheio de ideias brilhantes”…

…de gente que sonhou a vida inteira em algo e não compartilhou a ideia com ninguém. A Coca-cola vendeu só 25 garrafas no primeiro ano! Pense nisso.

Bom, isso é um resumo do resumo, mas já é um bom caminho para você tomar coragem e executar o tão sonhado plano de tirar uma ideia do papel.

E não menos importante, antes de começar qualquer projeto, ore, peça confirmação a Deus “Que a paz de Cristo seja o árbitro em seu coração. (Colossenses 3:15)”. Converse com seu líder, pastor, se for solteiro converse com seus pais e amigos, se for casado converse com seu esposo ou esposa. Tenha SEMPRE a benção de Deus em tudo que for começar.

Eu particularmente gosto muito deste versículo:

“Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto.”
Tiago 4:15

Gostou? Quer levar a palestra para sua igreja ou empresa? Só me enviar uma mensagem!

Abraços e até o próximo artigo,

Fonte: GospelPrime

comentários

Estúdio Ao Vivo